Cineclube Bamako estreia no Museu da Abolição

Cineclube Bamako estreia no Museu da Abolição

A inauguração do projeto Cineclube Bamako foi um sucesso. Mais de 80 pessoas comparecem ontem (11), no auditório do Museu da Abolição, na Madalena, para assitir o filme Bamako (2006), de Abderrahmane Sissako.

Após a exibição, o professor de Cinema e Audiovisual da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Paulo Cunha, iniciou o debate falando sobre as técnicas usadas por Sissako para compor o filme. Cunha também comentou as questões sócio-políticas abordadas nessa cinematografia africana.

O público participou da discussão e vários questionamentos foram levantados. Um deles foi a participação do negro enquanto protagonista das relações sociais.

A equipe do Cineclube Bamako agradece participação das pessoas que compareceram no evento e espera contar com todos e todas para as próximas sessões.

Texto: Rogério Balbino

Foto: Daniel Pereira – Museu da Abolição

Confira mais fotos no Flickr Cineclube Bamako

Publicado por cineclubebamako

Cineclube sobre cinemas africanos e da diáspora. Cultura negra no Brasil e no mundo. Audiovisual e Educação Popular. Recife-PE / Porto Alegre-RS, Brasil

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: